Onde está a Igreja de Cristo?

Muitas pessoas querem saber onde está a igreja de Cristo.  A primeira coisa que precisamos entender é o verdadeiro significado de Igreja (Ekklesia).

Quando Cristo criou sua igreja, nunca foi construção de tijolos, e sim, reunião de pessoas em seu nome. Todas as igrejas que Paulo de tarso, implantou quando serviu como missionário e apóstolo de Cristo, nunca foram igrejas de tijolos, e sim, reunião de pessoas servindo a Deus, essas igrejas são conhecidas como igreja neotestamentária. (Não vou entrar em detalhes neste post sobre isso, é apenas para conhecimento de quem por acaso desconhece esse fato.)

Se você quer saber porque tantas pessoas inventaram uma restauração do evangelho, quando na verdade a igreja de Cristo, sempre esteve em pleno funcionamento, leia abaixo  as palavras de Halmiller Salem escrita no prefácio do Livro “Reconsiderando o odre”:

“[...] a marca da igreja neotestamentária —a igreja é um corpo, uma família e uma noiva. Na realidade, a igreja neotestamentária é relacional. É inegável o fato da igreja neotestamentária ser relacional.

[...] As igrejas que a maioria de nós frequentamos, têm pouco ou nada em comum com o estilo de vida que caracterizou a igreja neotestamentária. Longe de ser um corpo ou uma família, para a maior parte de nós a igreja é uma organização ou uma instituição. [...]


[...] as igrejas institucionais são em muitos aspectos como trens.

Vão em certa direção, e continuarão indo nessa direção por um tempo bem longo, ainda que todas as mãos tratem de detê-las. Como ocorre com respeito aos trens, as opções para mudar a direção das igrejas institucionais ainda são, na melhor das hipóteses, limitadas. [...]

As igrejas relacionais, como as do Novo Testamento, são diferentes. Essas igrejas não são trens, senão grupos de pessoas que saíram para caminhar. Tais grupos se movem bem mais lentamente do que os trens —só alguns quilômetros por hora no máximo, mas podem virar num momento. Mais importante ainda, podem ser genuinamente solícitos para com o mundo que os rodeia, para com seu Senhor e uns para com outros.

Como os trens, as igrejas institucionais são fáceis de achar. Sua fumaça e seu ruído são inconfundíveis.

As igrejas relacionais são um pouco mais sutis. Devido a que não anunciam sua presença com luzes intermitentes em cada cruzamento, alguns crêem que as igrejas como essas do Novo Testamento há muito desapareceram. Mas nada poderia estar mais longe da verdade. Por toda parte há igrejas relacionais. Eu pessoalmente venho congregando com uma por mais de vinte anos. No entanto, grupos como o nosso caminham juntos calmamente, sem se preocupar em atrair uma indevida atenção sobre nós, porque somos simplesmente peregrinos que caminham juntos. Contudo, uma vez que você aprende a distinguir uma igreja relacional, em breve descobrirá por toda parte grupos de pessoas que se congregam exatamente como fazia a igreja neotestamentária —como um corpo, uma família e uma noiva- e funcionando melhor do que em uma instituição.

 Eu pessoalmente sei de vintenas delas; e, coletivamente, esses grupos sabem de centenas ou mesmo milhares. São simplesmente grupos de pessoas que caminham com Deus.


Os trens os ultrapassam o tempo todo. Às vezes, pessoas que seguem a bordo desses trens lhes sinalizam; as vezes não conseguem porque o trem se move tão rápido que aqueles que caminham a apenas alguns quilômetros por hora não passam de vultos imprecisos.


 [...]Se você está num dos trens que passam zumbindo velozmente, poderá resultar-lhe um pouco surpreendente descobrir que algumas desses imprecisos vultos coloridos que vê pela janela, são grupos de pessoas que caminham com Deus. Essa coisa que você acaba de ver passar era outra igreja relacional.

( HalMiller Salem, Massachusetts – Reconsiderando o odre)


Cristo disse: “[...]sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;" (Mateus 16 : 18), “[...]eis que eu estou convosco todos os dias, até o fim dos Tempos. Amém.” (Mateus 28:20).

Cristo têm cumprido sua promessa e sua igreja nunca foi vencida e retirada da terra, mas existem pessoas que no anseio de construir mais um trem, querem restaurar uma coisa que não precisa de restauração.  Se você não a está vendo é porque está embarcado em um trem passando rápido demais por ela.

Procure estudar e conhecer como era a verdadeira igreja primitiva de Cristo e verás que não tem nada a ver com essas supostas igrejas restauradas.  Mas isso é apenas uma reflexão para aqueles que querem acordar e buscar a verdade, porém quase sempre é mais fácil ignorar tudo e continuar em frente.

 Seja como for, não deixe de estudar sobre a igreja primitiva, recomendo o Livro “Cristianismo Pagão”, Baixe aqui!

"A religião que Deus, o nosso Pai aceita como pura e imaculada é esta: cuidar dos órfãos e das viúvas em suas dificuldades e não se deixar corromper pelo mundo". (Tiago 1:27)

0 comentários:

Postar um comentário

Blog concluído!
Por isso não estarei retornando para responder comentários!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

 

Reflexão Doutrinária Copyright © 2011-2012 | Powered by Blogger